Presidente do PSL declara que Bolsonaro vem à Bahia pra 'derrubar o PT'

A professora Dayane Pimentel, que é presidente do Partido Social Liberal (PSL) na Bahia, mesmo partido do presidenciável Jair Bolsonaro, concedeu uma entrevista ao programa Acorda Cidade na manhã desta quarta-feira (16) e, entre alguns pontos de destaque, abordou sobre as propostas do partido, assim como do pré-candidato à presidência, além do seu perfil pessoal e político. Dayane disse ainda que vai sair candidata a deputada federal e o objetivo principal do seu partido é derrubar o governo do Partido dos Trabalhadores (PT). De acordo com ela, o PSL está dialogando com várias forças políticas para alcançar esse objetivo. “Nós estamos sendo bastante procurados, temos empresários fortes baianos. A gente tem irrigadores fortes que desejam trazer esse palanque para Bolsonaro. Costumo dizer que o nosso objetivo principal é derrubar o governo do PT dentro do nosso estado e como iremos fazer isso ainda estamos em processo. Estamos dialogando também com forças políticas existentes na Bahia e os diálogos estão sendo muito amistosos. Estamos aqui para derrubar essa esquerda que governa por mais de 15 anos. Nossos resultados na educação, na segurança, na geração de emprego são os piores possíveis e quando a gente fala em derrubar um determinado governo, a gente fala principalmente pelos resultados negativos que esse governo atual está nos trazendo”, salientou. Dayane informou que Jair Bolsonaro estará na Bahia nos dias 24 e 25 de maio para apresentar suas propostas e um pouco mais da sua história. Entre algumas delas a professora listou a militarização nas escolas, a castração química e liberação do uso de armas. Para Dayane, em relação à militarização das escolas, a observação é que as convencionais estão com índices de aprovação bastante negativos. Ela afirma que as escolas militares vêm mostrando uma educação cívica, moral e índices educacionais bastantes elevados. Na área de saúde, o projeto do PSL é diminuir as filas. Trazer mais comodidade para os pacientes. “Trazer gestores clínicos, técnicos e não servir de cargos políticos para pessoas que não entendem do processo estarem administrando toda essa demanda na área da saúde”, acrescentou. Sobre a segurança pública, há algumas propostas polêmicas que dividem a população. Ela explica que o ponto forte é diminuir a maioridade penal e fazer a castração química indolor para que pessoas que cometem crimes sexuais fiquem com a libido mais baixa e não voltem a praticá-los. Segundo Dayane, a liberação do porte de armas será para pessoas que não têm ficha criminal, não possuem nenhum erro em suas vidas e que têm trabalho. No projeto político do PSL, essas pessoas terão direito à legítima defesa. Na economia, o PSL busca colocar pessoas com conhecimentos técnicos para comandar os ministérios, segundo destacou a presidente do partido na Bahia. (Acorda Cidade)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*