Número de casos de sarampo volta a aumentar

O surto de sarampo registou mais um caso, nas últimas 24 horas, elevando para 85, dos quais apenas um se encontra hospitalizado, anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS). Dos 85 casos, 74 estão curados e 11 estão com a doença, afirma a DGS, segundo a qual 19 casos estão em investigação e 204 foram dados como negativos. A DGS não dá pormenores, mas esclarece que a maioria dos casos está ligada ao Hospital de Santo António, no Porto, e atesta que “está em curso a investigação epidemiológica detalhada da situação, que inclui investigação laboratorial de todos os casos”. O vírus do sarampo é transmitido por contacto direto com as gotículas infecciosas ou por propagação no ar, quando a pessoa infetada tosse ou espirra”, explicou a DGS no comunicado, lembrando que os sintomas do sarampo aparecem, geralmente, entre dez e 12 dias depois de a pessoa ser infetada e “começam habitualmente com febre, erupção cutânea, tosse, conjuntivite e corrimento nasal”. Existe vacina contra o sarampo no Programa Nacional de Vacinação, que deve ser administrada aos 12 meses e 5 anos de idade. Os profissionais de saúde devem ter as duas doses da vacina independentemente da sua idade. Quem já teve sarampo está imunizado e não voltará a ter a doença. As pessoas com o esquema vacinal completo podem contrair a doença, mas de forma leve e não são veículo de transmissão, segundo as autoridades de saúde. (Tvi24)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*