Anticoncepcional masculino tem quase 100% de eficácia, diz estudo

Estudo aponta que anticoncepcional masculino tem eficácia de até 96%. A pesquisa publicada no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism da Sociedade de Endocrinologia evidencia também que o medicamento pode causar efeitos colaterais. A combinação hormonal do medicamento está sendo aperfeiçoado, para reduzir efeitos como, depressão e alteração de humor. Segundo o Instituto Guttmacher, em 2012, 40% das gestações aconteceram de forma involuntária. A segunda fase do teste analisou a eficácia do método injetável em 320 homens saudáveis, com idades entre 18 e 45 anos. Todos os participantes foram orientados a manter relações monogâmicas com mulheres entre 18 e 38 anos, por pelo menos um ano. Segundo o R7, eles foram submetidos a testes para assegurar a contagem de esperma normal no início do estudo. Cada um recebeu injeções de 200 mg de uma progesterona chamada norestiterona enantato e 1.000 mg de uma ação chamada testosterona undecanoato. Elas foram usadas por 26 semanas para suprimir suas contagens de esperma, e cada oito semanas, tomavam duas injeções. Durante o período da pesquisa, os casais foram instruídos a não usarem outros métodos de controle de natalidade não hormonais. O método contraceptivo foi eficaz em cerca de 96% dos casos em que foi feito o uso contínuos. Foram contabilizadas apenas quatro gestações enquanto os parceiros testavam a eficácia do medicamento. Os homens relataram efeitos colaterais como, alteração de humor, dor no local da injeção, for muscular, aumento da libido e acne. De todos os participantes, 20 deixaram o estudo, por conta dos efeitos colaterais. Apesar dos efeitos adversos, mais de 75% dos indivíduos relatarem estar dispostos a utilizar o método. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*