PF brasileira atesta inocência de baianos julgados em Cabo Verde por tráfico de drogas

Três brasileiros, entre eles dois baianos, presos por supostamente cometer tráfico internacional de drogas, começaram a ser julgados nesta segunda-feira (12) em Cabo Verde, na África. Nesta segunda, primeiro dia de julgamento, foram ouvidos os velejadores baianos Rodrigo Dantas e Daniel Guerra, além do gaúcho Daniel Dantas e um francês, que também estava no veleiro. O juízo pode durar ainda mais dois dias. Eles são acusados de levar mais de uma tonelada de cocaína no veleiro que conduziam até a Ilha de Açores, em Portugal. No entanto, investigações da Polícia Federal na Bahia apontam que o grupo não é culpado.De acordo com as apurações, a droga foi colocada na embarcação sem que eles soubessem. Entretanto, o Ministério Público de Cabo Verde se nega a reconhecer o que disse a PF. De acordo com a polícia, a droga foi embarcada, na verdade, na cidade de Guarapari, no Espírito Santo. Quando eles começaram a conduzir o veleiro, a carga já estava lá. As investigações ainda apontaram que o inglês George Soul, apontado como dono da embarcação, revestiu o local em que a cocaína estava com vidro. Quando o navio já estava carregado, Soul se mostrava nervoso, de acordo com testemunha. Ainda conforme a PF, a droga estava tão escondida que, em uma inspeção feita em Natal por cães farejadores, a carga não foi detectada. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*