Irecê: Justiça determina transferência de bebê com cardiopatia; Estado descumpre prazo

Uma liminar concedida pela Justiça determinou que o Estado da Bahia realize, no prazo de 48 horas, a transferência de uma menina de um mês de vida do Hospital Regional de Irecê para uma unidade especializada em cardiologia pediátrica. A decisão foi proferida pela juíza Andréa Neves Cerqueira no último dia 9. No entanto, até esta terça-feira (13), a família da criança não tinha respostas sobre a transferência. A pequena Luiza Vitória nasceu em 14 de fevereiro no hospital do interior do estado e está, desde então, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). "Assim que nasceu, ela foi para a UTI com insuficiência respiratória. Quando começou a fazer os exames, viram que, além da cardiopatia, ela está com o coração do lado direito", disse a mãe, Ruth Torres, em entrevista ao site Líder Notícias. Ela lamentou nunca ter amamentado a filha. Além da transferência, a juíza determinou que, caso necessário, a menina deve ser encaminhada para a rede particular de saúde sob responsabilidade financeira do Estado. Caso a medida seja descumprida, será aplicada multa diária de R$ 20 mil e o bloqueio de recursos suficientes para a transferência para unidade que disponha de atendimento especializado. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*