Gupo que atacou empresa de segurança no sul da BA deixa explosivos no local e imóvel é isolado

A unidade da empresa de segurança de valores Prosegur, na cidade de Eunápolis, no sul da Bahia, que foi alvo de ataque de criminosos na madrugada desta terça-feira (6), foi isolada por conta da presença de explosivos deixados pela quadrilha no local. Um vigilante foi morto a tiros e seis funcionários ficaram feridos com escombros da explosão. Segundo a empresa, nenhum valor foi levado, por conta de um sistema de segurança. O Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado e encaminhado para a cidade. A Defesa Civil de Eunápolis também avalia as condições das estruturas dos imóveis da região onde a empresa está localizada. A Polícia Militar informou que enviou equipes do Grupamento Aéreo (Graer) para realizar sobrevoos em locais estratégicos na região. O policiamento foi reforçado com o apoio do Tático Ostensivo Rodoviário (Tor) atuando nas entradas e saídas da cidade; da Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica (Caema), da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT)/Rondesp Sul e da Companhia de Ações Especiais da Região Cacaueira (CAERC). A Secretatia de Segurança Pública (SSP-BA) informou que o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) investiga o caso e que a PM conta com apoio da Polícia Rodoviária Federal nas buscas pelos criminosos.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*