Aplicativos com códigos maliciosos seguem infestando Google Play Store

A Google vem sofrendo pressões para extinguir aplicativos contaminados no catálogo da Play Store. Em resposta, a empresa estabelece novas exigências aos desenvolvedores, além de aplicar soluções como o antivírus nativo Google Play Protect. Os códigos maliciosos, no entanto, seguem presentes na lista: pesquisadores encontraram mais de 150 títulos infectados com o botnet Ramnit, informa o Tecmundo. Quem não sabe o que é Ramnit, nós explicamos. É um worm que assombrou mais de 45 mil usuários no Facebook, roubando credenciais e disseminando links falsos pela rede. "Esta tendência de propagação de infecção de várias plataformas deve ser relevante para usuários de Android, pois o autor de malware pode facilmente servir conteúdo malicioso específico da plataforma com base no dispositivo que faz a conexão com os URLs controlados pelo invasor", disse ao Ars Technica o pesquisador da Zscaler, Deepen Desai. 

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*