Repórter da Globo tentou combater depressão com remédios errados por 40 anos

Imagine que você sofre com uma doença e acredita estar tomando os remédios corretos para o seu tratamento. Porém, após um longo período sem chegar a um quadro positivo, você descobre que os medicamentos que tomou não são os que farão você melhorar. Esse foi o caso de Jorge Pontual, jornalista e correspondente da Globo em Nova York. Segundo a Isto É, ele revelou em entrevista ao programa Bem-Estar, na manhã da última quarta-feira (31), que as drogas eram inúteis porque possui uma variação genética que metaboliza rapidamente as substâncias do medicamento, tornando-as ineficazes. “Eu sofro de depressão há quase 40 anos, e só agora estou tomando os remédios certos graças a um novo exame. É um teste genético que dá ao psiquiatra um perfil detalhado de 18 genes ligados à saúde mental. Descobri que justamente, durante décadas, eu tomei aqueles que não funcionavam no meu caso”, contou. Contudo, Jorge, que também é predisposto à depressão devido à outra característica no gene, afirmou que já consegue notar um progresso no seu problema. “Agora que eu estou tomando o metilfolato e o antidepressivo certo, minha vida mudou, meu humor ficou estável, sem aqueles altos e baixos, em geral mais baixos do que altos, de antes. A depressão ficou sob controle”, comemorou. De acordo com seu psiquiatra, as novas pílulas diminuem a ansiedade porque estimulam a produção de serotonina, um neurotransmissor. (Extra)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*