Homens que tatuaram testa de adolescente são condenados

Os dois homens que tatuaram a testa de um adolescente com a frase "Sou ladrão e vacilão" foram condenados pela Justiça de São Paulo. O caso ocorreu em junho do ano passado, quando a dupla divulgou um vídeo nas redes sociais com o garoto rendido após uma suposta tentativa de roubo de uma bicicleta. O tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 28 anos, foi condenado a três anos de reclusão em regime inicial semiaberto por crime de lesão corporal gravíssima e quatro meses e 15 dias de detenção em regime inicial semiaberto por delito de constrangimento ilegal. Ronildo Moreira de Araújo, 30, vizinho do homem, pegou três anos e seis meses de prisão em regime inicial fechado por crime de lesão corporal gravíssima e de cinco meses e sete dias de detenção em regime inicial semiaberto por crime de constrangimento ilegal. Presos desde junho de 2017, eles não poderão recorrer em liberdade. Usuário de drogas, o jovem foi internado em uma clínica de reabilitação para o tratamento de crack e álcool em Mairiporã, onde vive até hoje. Ele também passa por sessões de retirada da tatuagem. Em entrevista à Folha, o rapaz negou ter tentado furtar a bicicleta. Ele relatou que estava muito bêbado quando entrou no condomínio e que só "colocou a mão em uma bicicleta". (M1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*