SSA: Policiais envolvidos em ação que resultou em morte de garota de 11 anos entregam armas e são afastados das ruas

Os policiais envolvidos na ação que resultou na morte da menina Geovanna Nogueira da Paixão, de 11 anos, no bairro Jardim Santo Inácio, em Salvador, entregaram as armas para serem periciadas e foram afastados dos trabalhos nas ruas. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (26) pela assessoria de comunicação da Polícia Militar. Geovanna foi baleada na porta da casa onde morava durante uma operação policial, na manhã de quarta-feira (24). Os policiais afirmaram que houve uma troca de tiros com suspeitos na região. Já os familiares da vítima negam a versão e acusam os PMs de chegarem atirando no bairro e de terem deflagrado o disparo que matou a menina, atingida na cabeça. Conforme a PM, um Inquérito Policial Militar (IPM) foi instaurado pela Corregedoria da corporação no mesmo dia do ocorrido, para apurar de onde partiu o disparo que matou a garota.A polícia não informou quantos policiais participaram da ação e nem os nomes dos agentes, lotados na 48ª Companhia Independente (CIPM/Mata Escura). O tipo de arma usadas por eles também não foi divulgado. No dia do ocorrido, ainda conforme a corporação, familiares da garota foram ouvidos e foi realizada a perícia no local da ocorrência. As armas dos policiais, afastados das atividades operacionais até a conclusão do IPM, foram recolhidas para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). O prazo de apuração é de 40 dias, podendo ser prorrogável por mais 20 dias. A corporação disse ainda que só irá se posicionar após a conclusão do inquérito. (G1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*