Lídice aguarda composição nacional e ainda sonha com candidatura na chapa de Rui

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) diminuiu o tom sobre a iniciativa de ter uma candidatura ao Senado Federal, mesmo que fora da chapa majoritária do governador Rui Costa (PT). Aliada histórica do PT na Bahia, a sigla socialista disputa espaço com o PSD, do senador Otto Alencar, e com o PP, do vice-governador, João Leão, que desfrutam de mais prestígio com Rui. Em entrevista nesta segunda-feira (8) ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, Lídice preferiu adotar a cautela e afirmou que aguarda o desenrolar das alianças nacionais para, então, cravar seu destino nas eleições deste ano. “Sou, em princípio, candidata a participar da chapa de Rui. Ainda é cedo para tomar qualquer palavra como definitiva [...] é cedo, diante das indefinições nacionais, para fechar qualquer porta. Não se formarão chapas regionais sem estar arranjadas as alianças nacionais”. Entres os desdobramentos, está a indefinição da candidatura do ex-presidente Lula e a possibilidade do ex-governador Jaques Wagner – que deve se candidatar ao Senado - se tornar o presidenciável do PT. Se isso acontecer, a vaga na chapa de Rui poderia ser ocupada por Lídice. A tese, contudo, é pouco viável inclusive pela senadora. “Ninguém no PT fala nesse assunto. P plano A, B, C é Lula, e tem que ser”. Lídice também criticou avaliações antecipadas, por meio de pesquisas, para a composição do processo eleitoral. “Não se faz política com fita métrica para medir o tamanho de ninguém. Política é mais complexa. É muito cedo para definir uma chapa na Bahia. O ambiente político nos reserva cuidados”. (Bocão News)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*