Procurar Notícia

Economizar é preciso: como organizar as despesas da casa?

Ano novo, vida nova. E, para desespero de alguns, hora de se preocupar com todas as continhas de início de ano. IPTU, IPVA, fatura do cartão com as compras de Natal, material escolar, enfim, muitos gastos. O primeiro passo para arrumar as contas da casa e começar a poupar é fazer um orçamento doméstico. Para isso, a Ink Incorporadora, acostumada a orientar clientes em diferentes momentos de vida, tem algumas dicas de como fazer.

- Faça um diagnóstico financeiro

Anote os gastos para saber exatamente quanto dinheiro entra e para onde está indo. “Durante um mês inteiro, anote toda e qualquer despesa para que esse diagnóstico seja o mais real possível. Pode ser montando uma planilha, anotando no bloco de notas do celular ou mesmo com aplicativos que ajudem nesse controle”, orienta Gabriela Coelho, da Ink.- Reduza os gastos

Normalmente, após análise do orçamento doméstico, as famílias percebem que é possível reduzir os gastos. Trocar o pacote de TV a cabo e o plano do celular são algumas das possibilidades. “Pedir pizza toda semana ou aquele cafezinho diário parecem não afetar o orçamento, mas quando você coloca na ponta do lápis, percebe que eles fazem, sim, uma grande diferença no acumulado do mês”, comenta Gabriela. “Após uma avaliação, você se dá conta de que um banho muito demorado, aquele abajur que fica sempre aceso, o ingresso que você comprou pela internet e pagou uma taxa altíssima são coisas que, no dia a dia, são possíveis de serem reduzidas sem nenhum prejuízo à rotina”, conclui.

- Tenha atenção aos gastos fixos

Você precisa saber quanto gasta com as despesas fixas, como água, luz, aluguel, condomínio, telefone, escola, plano de saúde. Além disso, o ideal é que essas despesas não ultrapassem 50% da renda. “Não só ter esse controle é importante, mas outra dica bacana é se organizar para que ao menos 10% da renda sejam poupados todo mês”, sugere Piccini.

- Metas de curto, médio e longo prazo

Quais são seus planos? Comprar a casa própria? Comprar um carro novo? Levar toda a família para aquela viagem dos sonhos? Seja qual for, você precisa saber quanto custa alcançar esse objetivo e quanto tempo levará para isso. “O mais importante nesse processo é manter seu objetivo maior sempre em mente e não usar todo o dinheiro poupado para satisfazer algum desejo imediato”, avalia Gabriela.

- Aplique seu dinheiro

Para isso é importante saber exatamente se seu objetivo é de curto, médio ou longo prazo, pois assim poderá escolher a melhor forma de investir para alcança-lo mais rapidamente. “Se seu objetivo é de curto prazo, você pode colocar seu dinheiro em uma aplicação fácil de retirar. Se é de longo prazo, você pode colocá-lo em uma previdência privada, por exemplo”, afirma Gabriela.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*