Bloco comandado pelo É o Tchan relata crise e anuncia que não participa do carnaval de 2018 em Salvador

O Bloco Pagode Total, que desfila há 17 anos no circuito Osmar (Campo Grande), na quinta-feira do carnaval de Salvador, anunciou que não vai participar do desfile desse ano, por conta de crise financeira. O anúncio foi feito nas redes sociais e foi compartilhado no perfil oficial do grupo É o Tchan, que novamente puxaria o bloco esse ano. "A crise financeira que atinge o país também refletiu no bloco que sofre com a falta de recursos para o pagamento das despesas, a exemplo de seguranças, cordeiros, camisas, trio, iluminação e taxas essenciais para que o desfile ocorra", diz trecho da nota publicada. Ainda no comunicado, o bloco informou que recebe apoio do governo do estado, por meio do Projeto Ouro Negro, mas disse que é de forma parcelada. "A liberação do valor ocorre parceladamente, sendo metade antes do carnaval e outra metade apenas meses após o desfile, o que inviabiliza os pagamentos que precisam ser realizados em totalidade antes do desfile", aponta a nota. Nos comentários, vários internautas lamentaram a decisão. O bloco informou, ainda, que para os clientes que adquiriram ingressos nos pontos de vendas, a devolução pode ser feita diretamente no respectivo ponto de venda onde os bilhetes foram adquiridos. A produção do bloco lamentou a situação e disse que espera poder retornar com o desfile em 2019. (G1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*