Vírus 'superpoderoso' está atacando celulares no Brasil; como evitar

O vírus Loapi, que afeta dispositivos Android, tem um poder de multidisciplinaridade - ou seja, afeta diferentes recursos do smartphone. De acordo com a empresa de segurança digital Kaspersky Lab os países latino-americanos mais afetados pelo malware são Brasil, México, Chile, Panamá e Peru. De acordo com a BBC, o vírus está sendo espalhado por meio de anúncios falsos de antivírus ou aplicativos para adultos. Assim que instalado, o malware pede permissões do dono do celular para assumir o controle do dispositivo. Desta forma, instala módulos que impactam diretamente as funções do celular. Entre eles, consegue assinar serviços de pagamentos via SMS sem deixar rastros e controlar recursos do telefone para criar criptomoedas. "O Loapi incorporou quase todas as características possíveis para poder usá-las para diferentes tipos de atividades maliciosas, com a intenção de ganhar dinheiro ilegal", diz Nikita Buchka, especialista em segurança da Kaspersky Lab.

Segundo a reportagem, a empresa de segurança garante que se o telefone já foi afetado, é muito difícil eliminar o vírus. Mas, se ainda não é o caso, você pode tomar algumas precauções:

- Desative a opção que permite a instalação automática de aplicativos;

- Certifique-se de ter a versão mais recente do seu sistema operacional - as empresas os aperfeiçoam para reduzir vulnerabilidades;

- Se o seu telefone já está comprometido, a empresa recomenda a instalação de um antivírus de uma marca reconhecida, que ofereça garantias.


0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*