Procuradoria autoriza Odebrecht a sair de prisão domiciliar para formatura da filha

A Procuradoria-Geral da República autorizou Marcelo Odebrecht a sair da prisão domiciliar em dois momentos durante os dois anos em que cumprirá a pena. O motivo é a formatura da filha no ensino superior e o executivo quer estar presente na cerimônia. De acordo com a Folha de S.Paulo, a negociação com a PGR não foi fácil. O empreiteiro se descontrolou várias vezes, berrou com advogados e esmurrou a mesa. Também cresceu a desavença com seu pai, Emílio Odebrecht, também delator e que o visitou na prisão apenas duas vezes. Um dos poucos momentos que Marcelo suavizou foi ao saber que a outra filha havia passado no vestibular. Além da autorização para sair em duas datas específicas, o acordo do executivo com a PGR inclui ainda a possibilidade de ele receber visitas de 15 pessoas, que terão que constar em uma lista enviada por ele para o juiz de execução penal de Curitiba. Além delas, profissionais de saúde (médicos, dentistas e fisioterapeutas) e advogados poderão ver Marcelo. A mudança de regime de prisão será na próxima terça-feira (19), quando o executivo deixará a carceragem para cumprir prisão domiciliar em sua casa, em São Paulo. Sua esposa Isabela e suas filhas o encontrarão na capital paulista. (BN)



0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*