Número de pessoas com demência deve triplicar até 2050, diz OMS

Até 2050, o número de pessoas com demência deverá triplicar no mundo, segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgada no dia 7 de dezembro. Atualmente, 50 milhões de pessoas têm a doença. Os locais mais afetados serão África e Ásia, por terem baixa expectativa de vida e alta taxa de natalidade. "No Brasil vai aumentar significativamente em muito pouco tempo", afirma o ex-diretor da OMS e professor de Psiquiatria da Faculdade de Medicina de Botucatu José Bertolote, em entrevista à ONU News. Por ano, 10 milhões de pessoas desenvolvem demência, sendo 6 milhões em paisas de baixa e média rendas. O Alzheimer é o tipo mais comum de demência. As doenças progressivas afetam a memória, habilidades cognitivas e comportamentos e interfere significativamente na qualidade de vida do paciente e as mulheres são as mais afetadas.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*