Laudo aponta dedo mindinho de Geddel em digitais nos R$ 51 milhões

A Polícia Federal encontrou as digitais do dedo mindinho do ex-ministro Geddel Vieira Lima nas notas dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador, em setembro deste ano. Uma reportagem do Fantástico exibida neste domingo (17) mostrou os passos da investigação da PF que concluíram que o ex-ministro tocou nos R$ 51 milhões. Antes de começar a contagem do dinheiro, um policial teve a ideia de verificar as digitais que estavam nas notas, porque ainda não tinha uma prova que ligasse o dinheiro a Geddel. Por meio do trabalho de papiloscopistas ficou comprovado que o político tocou no dinheiro. O laudo da PF mostra que foi encontrada a digital do dedo mínimo de Geddel em um plástico onde estavam R$ 100 mil. O trabalho de verificação foi feito a partir do cruzamento das digitais de Geddel do passaporte, disponíveis no banco de dados da PF. Também foram encontradas digitais do dedo médio e do indicador direito de Geddel em outro plástico. Outra digital também foi identificada pela polícia, a de Gustavo Ferraz, considerado aliado do político. Depois da perícia, as notas foram liberadas para contagem. Job Ribeiro, ex-assessor do ex-ministro também teve digitais identificadas no dinheiro.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*