Dois sorteados para compor júri de Kátia Vargas foram dispensados por terem postado sobre caso em rede social

Duas das pessoas sorteadas para compor o júri popular da médica Kátia Vargas foram dispensadas por terem se manifestado sobre o caso, em redes sociais, à época do crime. A Justiça não permite que quem tenham se manifestado publicamento sobre casos a serem julgados componha o júri popular. Vinte e cinco pessoas foram convocadas para sorteio do júri, que começou na manhã desta terça-feira (5), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. A médica responde à acusação de ter atropelado os dois irmãos Emanuel e Emanuelle - então com 22 e 23 anos, após uma discussão no trânsito em Salvador. A ré estava em um carro e os jovens, a bordo de uma moto pilotada por Emanuel. O sorteio dos jurados começou por volta das 9h30. O júri é composto por cinco mulheres e dois homens. A defesa recusou o primeiro jurado sorteado. O segundo e o terceiro sorteados foram aceitos pela defesa e pela acusação. Já o quarto jurado não foi aceito pela defesa e foi dispensado. Em seguida, o quinto jurado foi aceito pela defesa e pela acusação. O sexto e o sétimo jurados sorteados foram aceitos pela defesa. No entanto, foram recusados pela acusação. O oitavo jurado sorteado foi dispensado após revelar que fez manifestação em rede social sobre o caso. Em seguida, o nono e o décimo jurados foram aceitos pela defesa e pela acusação. O 11º jurado sorteado foi aceito por defesa e acusação. Foi o primeiro homem escolhido para compor o júri. O 12º jurado sorteado foi recusado por defesa e acusação.O 13º sorteado também foi dispensado após dizer que se manifestou sobre o caso em rede social, à época do acidente. O 14º sorteado foi aceito por defesa e acusação e fechou a composição do júri popular. A justificativa da dispensa de alguns jurados por parte da defesa e da acusação não foram expostas. Depois do sorteio, os sete jurados foram guiados para a bancada do plenário e não puderam mais se comunicar com pessoas que estão dentro ou fora da sessão. Em caso do julgamento se alongar para mais de um dia, todos serão encaminhados para um hotel, onde serão supervisionados por oficiais de Justiça, que garantam o isolamento. Da lista de 1,5 mil nomes, 25 foram sorteados para participar de um segundo sorteio para compor o júri. No total, 18 jurados foram dispensados. Eles foram convidados pela juíza Gelzi Maria Souza para acompanhar o julgamento. Os que decidiram ficar foram acomodados à frente da primiera fileira do salão. (G1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*