Procurar Notícia

Dirigente do Fluminense é preso em operação da Polícia Civil no Rio de Janeiro

Junto com outras duas pessoas, Arthur Mahmoud , assessor de imprensa da presidência do Fluminense, foi preso na manhã desta segunda-feira (11) no Rio de Janeiro. Trata-se de uma nova fase da Operação Limpidus, que investiga a suposta ligação de clubes com torcidas organizadas. A prisão aconteceu em conjunto da Polícia Civil com o Grupo de Atuação Especializada do Desporte e Defesa do Torcedor (Gardest). De acordo com o jornal O Globo , as autoridades contam com nove mandatos de prisão devido a suspeita de esquema de repasse de ingressos, dos clubes para as torcidas. Além do dirigente do Fluminense , Leandro Schilling, de uma empresa tecnológica responsável por catracas e Alesson Galbão de Souza, presidente da torcida organizada Raça Fla, tamém foram detidos. A investigação tem foco em quatro grandes clubes do estado do Rio de Janeiro e, inclusive, de entidades já banidas dos estádios. Apesar disso, acredita-se que os líderes destes grupos ainda seguiam recebendo ingressos por parte dos times. Assim, repassariam as entradas para a venda de cambistas. (iG)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*