Deputado da tatuagem com nome de Temer tem mandato cassado no TRE

O deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) teve seu mandato cassado, por decisão unânime, após o Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) o condenar nesta terça-feira (19) pelo crime de abuso de poder econômico e gastos ilícitos na campanha eleitoral de 2014. O desembargador Roberto Gonçalves de Moura foi o relator da sessão. Além da cassação, a decisão ainda vai torná-lo inelegível por oito anos, mas o parlamentar ainda pode recorrer. O deputado ganhou grande visibilidade nacional depois de mostrar seu apoio ao presidente Michel Temer com o nome do peemedebista tatuado no braço. Pouco tempo depois da polêmica, contudo, admitiu que a pintura era falsa. Costa já havia sido condenado a perda de mandato pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) em 2016. Na ocasião, a Corte julgou a arrecadação e gastos ilícitos na campanha eleitoral do deputado. No entanto, ele recorreu da decisão. (Metro 1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*