Bebê morre e três crianças ficam feridas em ataque de abelhas em Salvador

Quatro crianças foram atacadas por várias abelhas em Salvador. Um bebê de um ano morreu, enquanto os três irmãos dele – com idades de 2, 5 e 9 anos – ficaram feridos pelo enxame. O caso aconteceu no bairro de Sussuarana, na quarta-feira (20). De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), o bebê de um ano morreu já no Hospital do Subúrbio, para onde foi transferido. Ele será enterrado nesta quinta-feira (21), no cemitério Campo Santo, na Federação. O delegado Nilson Borba, titular da 5ª Delegacia (Periperi), informou que em princípio o caso está sendo tratado como acidente. "Como a nossa delegacia fica perto do hospital do Subúrbio nós expedimos a guia de remoção do corpo, mas a investigação ficará por conta da delegacia da área, a 11ª Delegacia. Em princípio o fato está sendo tratado com acidente, mas caberá à delegacia investigar", explicou o delegado. A 11ª Delegacia informou que não recebeu ainda o caso. De acordo com informações da TV Bahia o mais velho dos irmãos contou que o grupo brincava quando uma bola atingiu uma colmeia. "A gente tava brincando de bola. A bola caiu em cima da abelha. Quando a gente foi pegar ela, a abelha atacou. A gente saiu correndo", contou o menino, identificado como Edvan. Ele está internado no Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) com os outros dois irmãos. Segundo o HGRS, as lesões não foram graves e as crianças estão em observação clínica. A expectativa é que elas recebam alta amanhã (22). Durante esta quinta-feira, a mãe, a avó e uma vizinha se revezaram para visitar as crianças. Elas ainda não sabem da morte do caçula. As crianças, que são moradoras do Bairro da Paz, estavam na casa da avó, em Sussuarana. No momento do ataque, um tio das crianças teria tentado socorrê-los, mas acabou também sendo picado pelos insetos. As abelhas só foram afugentadas depois que um vizinho jogou água. Ao CORREIO, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) informou que não foi solicitado para atender à ocorrência. Em nota, a Polícia Militar também informou que "não está entre as competências da PMBA realizar a atividade de captura de abelhas. O que compete à atuação das nossas unidades de policiamento ambiental é o combate aos crimes ambientais".

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*