Anthony Garotinho anuncia greve de fome no presídio

Por meio de carta à direção do presídio Bangu 8, onde está detido desde o fim de novembro, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho anunciou que está em greve de fome. Na carta, Garotinho denuncia que é vítima de uma “injustiça” e, por este motivo, está cometendo o “ato extremo”. Ele afirma ainda estar preso por uma retaliação às acusações que fez contra o ex-governador Sérgio Cabral. Garotinho escreve que não quer mais ter direito ao banho de sol, nem receber visitas de advogados e familiares. Não é a primeira vez que o político utiliza esse artifício. Quando foi denunciado pelo jornal O Globo por irregularidades na sua pré-campanha à Presidência da República, em 2006, Garotinho anunciou uma greve de fome que teria durado 11 dias. À época, Garotinho alegou ser alvo de uma “campanha sórdida” da mídia, do sistema financeiro e do governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contra suas pretensões eleitorais. (Bahia.Ba)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*