Salvador: Médico acusado de ter planejado homicídio do próprio pai é inocentado

O médico José Ricardo Campos Souza foi inocentado da acusação de que teria planejado a morte de seu próprio pai para obter vantagens econômicas. O crime ocorreu em novembro de 2010, quando Isnard Costa de Souza foi encontrado morto em seu apartamento no Corredor da Vitória, em Salvador. Em março de 2011, Luciano Alves foi preso e chegou a admitir que havia matado Isnard com o objetivo de roubar um dinheiro que estava guardado na residência. Contudo, pouco tempo depois, Luciano alterou seu depoimento, acusando José Ricardo de ser o mandante do homicídio. Segundo a defesa do médico, contudo, o assassino só modificou sua versão do crime "para que sua pena fosse diminuída". José Ricardo foi absolvido pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Juri, Alvaro Marques de Freitas Filho. A sentença aponta que, Luciano alegou, em seu interrogatório, que "sabe que culpado junto com José Ricardo teria uma consequência menos grave para si; que soube das consequências através do promotor e da delegada, que estavam em dúvida sobre a participação de José Ricardo; que o promotor e a delegada disseram que com a participação de José Ricardo sofreria uma pena menor e sem a participação de José Ricardo sofreria uma pena maior". "Após destacar essas ocorrências, constato que, no processo, não há, sequer, um indício de que José Ricardo tenha contratado a execução de seu genitor", diz a decisão que inocentou o médico. (Informações do Bahia Notícias)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*