Chapecoense anuncia pedido de indenização na Justiça contra seguradora da LaMia

A Chapecoense anunciou nesta quarta-feira (29) que entrou na Justiça com uma ação indenizatória contra a Bisa Seguradora, responsável pelo seguro da empresa aérea LaMia, e o governo Boliviano. A Chape pede indenização aos familiares das vítimas da tragédia aérea que aconteceu no dia 29 de novembro de 2016. A ação foi ajuizada perante a 4ª Vara Cível da Comarca de Chapecó. A Chapecoense informou que dará mais detalhes aos familiares das vítimas do voo após a reunião do Conselho Gestor da ACF que acontecerá nesta sexta-feira (1º). Em maio deste ano, o vice-presidente executivo da Bisa, Alejandro Mac Lean, afirmou que o seguro não se aplicaria no caso da queda do avião da Chape, porque a LaMia não informou que o destino do voo era a Colômbia. Ele disse que o território colombiano não estava como destino no acordo contratual. A Bisa havia oferecido US$ 200 mil, o equivalente a R$ 640 mil na cotação atual, para as vítimas e familiares. O próprio governo boliviano questionou o valor, que exigia o pagamento de US$ 25 milhões ou R$ 80 milhões da apólice. A tragédia aérea da Chapecoense, que completa um ano nesta quarta-feira, vitimou 71 pessoas no voo que levava o time até Medellín para a disputa do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana. Seis pessoas sobreviveram ao acidente, sendo três deles jogadores: Jakson Follmann, Neto e Alan Ruschel.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*