Caso Fifa: Globo pagou propina por direitos de TV, diz testemunha

A testemunha do caso Fifa Alejandro Burzaco, que trabalhava para a Torneos y Competencias SA, da Argentina, afirmou que a Rede Globo pagou propina para vencer a concorrência dos direitos de transmissão de competições internacionais. A emissora teria participado do pagamento junto com outras cinco TVs. Segundo a Folha de S. Paulo (via Bloomberg), Burzaco foi interrogado nos Estados Unidos durante esta terça. Ele é uma das testemunhas de acusação de José Maria Marín, ex-presidente da CBF, preso em Nova York. O ex-mandatário da entidade teria recebido propina em contratos da confederação. Ele e outros seis cartolas foram presos em 2015, durante viagem a Zurique, na Suíça. "Ela usou os direitos de TV para expandir o seu sinal em toda a América, da Argentina aos Estados Unidos", disse Burazco sobre o envolvimento da Globo. Ele também está preso desde 2015.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*