Ginástica localizada e emagrecimento

A ginástica localizada pode, sim, ajudar no emagrecimento, porque o gasto energético durante uma hora de atividade pode variar entre 350 a 500 calorias. “Mas, vale ressaltar que a quantidade exata de calorias é definida levando em conta fatores como a intensidade da aula, o ritmo (em batimentos por minuto) e o peso corporal da pessoa”, diz. “Além disso, esse tipo de atividade contribui com a preservação da massa muscular, o que faz com que a massa gorda seja eliminada, além da diminuição da flacidez… Colaborando assim de forma geral para o processo de emagrecimento saudável”, acrescenta Luciene. Felipe reforça que o emagrecimento dependerá muito da intensidade da aula e demais fatores como: volume, intervalo, vias energéticas e outras. O especialista também lembra os papéis essenciais da reeducação alimentar e da frequência semanal de treinamento, utilizando-se de sobrecarga tensional ou metabólica nas aulas de ginástica. “A ginástica funcionará como um estímulo, ou seja, apenas uma ‘peça’ do processo de emagrecimento, sendo fundamental um acompanhamento nutricional, pois a definição muscular não é nada menos que a diminuição do percentual de gordura, com um bom volume de massa muscular”.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*