Aplicativo recebe denúncias de violência contra religiões afro

Um aplicativo disponível a partir desta sexta-feira (13) vai receber denúncias de atos de violência contra religiões de matriz africana. Idealizado por uma candomblecista do Rio de Janeiro e mais dois amigos, o app “Oro Orum- Axé eu respeito” recebe denúncias de intolerância religiosa e tem até um botão de SOS para as vítimas. O serviço é gratuito e está disponível para download em celulares. Segundo a Agência Brasil, o estado do Rio de Janeiro tem registrado um número recorde de ataques a casas de umbanda e candomblé. Somente nos últimos dois meses, 32 casos foram registrados pelo Disque Combate ao Preconceito, serviço do governo estadual, sendo oito notificados em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense – município com a maior concentração de terreiros. Em dois desses casos, criminosos, supostamente cristãos neopetencostais, aparecem em vídeos ameaçando sacerdotes de religiões afro-brasileiras e obrigando-os a destruir peças religiosas. No “Oro Orum- Axé eu respeito”, o usuário encontra informações sobre direitos e leis que garantem a liberdade religiosa no país, o combate à discriminação, além do formulário de denúncia. O denunciante também recebe orientação para procurar a Polícia Civil e a Defensoria Pública do Estado.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*