Villa Mix é condenada a indenizar funcionária obrigada a proibir entrada de negros

A casa noturna Villa Mix, de São Paulo, foi condenada pela Justiça do Trabalho a indenizar uma ex-funcionária em R$ 60 mil por ser obrigada pela diretoria a barrar pessoas negras e impedir o acesso delas no estabelecimento. “Nós recebíamos ordens da diretoria e dos donos em relação a esse perfil que tinha que seguir como pessoas malvestidas, negras e que aparentavam ter baixo poder aquisitivo”, afirmou a ex-funcionária, de 26 anos, que trabalhou durante dois anos como hostess na Villa Mix. A casa noturna, em sua defesa, negou a prática e disse que a única restrição “diz respeito ao vestuário, como uso de bermudas e sandálias”. Segundo a ex-funcionária, quando uma pessoa estava registrada na lista de entrada e se apresentava na porta do estabelecimento, ao ser constatada que era negra, cabia à hostess declarar que seu nome não estava lá. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*