Moro nega pedido de Cunha para ficar em Brasília

Sérgio Moro negou, mais uma vez, pedido da defesa de Eduardo Cunha para ficar mais tempo preso em Brasília, para onde foi transferido por autorização do juiz federal com o fim de prestar depoimento ao também juiz Vallisney de Oliveira, informa o Estadão. “Descabe a prorrogação da permanência até a apresentação das alegações finais e/ou até a prolação da sentença, eis que tais atos não demandam a presença do acusado perante o Juízo da 10ª Vara Federal de Brasília/DF”, anotou Moro. Em agosto, o juiz da Lava Jato já havia indeferido pedido de Cunha por permanência definitiva em Brasília, no Complexo Penitenciário da Papuda. Cunha está preso em Curitiba desde 19 de outubro de 2016, acusado de obstruir a operação, e foi condenado a 15 anos e 4 meses de prisão por propinas de U$S 1,5 milhão na compra do campo petrolífero de Benin, na África, pela Petrobras, em 2011.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*