Ministro da Justiça admite trocar comando da Polícia Federal

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, afirmou nesta quinta-feira (7) que o governo admite mudar o comando da Polícia Federal. No entanto, a troca ainda não tem data definida. Em entrevista à rádio CBN, ele declarou que já selecionou uma lista com três nomes para substituir Leandro Daiello, atual diretor-geral da PF. Torquato não revelou todos os nomes dos postulantes ao cargo do comando da PF, mas revelou que um deles é Rogério Galloro, escolhido pelo governo para representar o Brasil como delegado das Américas no Comitê Central da Interpol. "Seguirá o mesmo padrão. A troca das pessoas será irrelevante, seja no Ministério da Justiça, seja na Polícia Federal, seja onde for. O plano vai ficar pronto e o plano é institucional", disse o ministro, em referência ao Plano Nacional de Segurança Pública. Daiello está há seis anos no comando da Polícia Federal. "A troca das pessoas será irrelevante, seja no Ministério da Justiça, seja na Polícia Federal, seja onde for. O plano [de modernização da PF] vai ficar pronto e o plano é institucional", disse Torquato.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*