Geddel é retirado de casa em viatura da PF após apreensão de R$ 51 milhões

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) foi levado por policiais federais do apartamento no condomínio Pedra do Valle, que fica na rua Plínio Moscoso, no Jardim Apipema, onde ele mora. Não há informações se a prisão domiciliar será revogada. O peemedebista saiu do edifício sentado no banco traseiro da viatura da PF logo após os policiais federais chegarem em seu imóvel (Confira aqui). Pessoas que estavam na rua comemoraram a ação: "Vai para a Papuda". Um vendedor ambulante, que estava na rua, foi convidado a acompanhar o trabalho da PF. Alguns agentes continuaram no prédio. A PF ainda não se pronunciou sobre o intuito da ação, que acontece após a apreensão de R$ 51 milhões em um apartamento que seria ligado a Geddel. De acordo com a PF, foram encontradas digitais do ex-ministro nas caixas e malas que guardavam a fortuna dentro do imóvel. Além disso, o empresário Sílvio Silveira, proprietário do apartamento, confirmou que emprestou o local para Geddel. Em depoimento na PF, ele disse que achava que o político iria guardar objetos do seu pai, que faleceu recentemente. A origem do dinheiro é desconhecida, mas a PF desconfia que seja oriundo de pagamento de propina. Essa foi a maior apreensão de dinheiro em espécie feita pela PF. Geddel foi preso em julho durante a Operação Cui Bono, que investiga fraude na Caixa Econômica Federal no período que o político baiano era vice-presidente de Pessoa Jurídica da instituição entre 2011 e 2013. (A Tarde)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*