Dormir com parceiro aumenta risco de depressão e doenças cardíacas, diz estudo

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Leeds, na Inglaterra, pode fazer muitos casais mudarem a sua rotina na hora de dormir. Segundo o estudo, dormir com o parceiro pode aumentar o risco de problemas e doenças que prejudicam o bem estar de ambos. Alguns casais já optam por continuarem cada um na sua cama, e segundo a pesquisa, essa é a melhor alternativa para preservar a saúde. O estudo aponta que 29% das pessoas culpam seus parceiros por não terem um sono de qualidade durante a noite. Mas segundo os testes, isso também aumenta o risco de uma série de problemas de saúde, incluindo depressão, doenças cardíacas, obesidade e diabetes.“É raro encontrar duas pessoas com os mesmos hábitos de sono, então dividir a cama pode ser um processo difícil e potencialmente privador de sono”, explicou Guy Meadows, co-fundador da The Sleep School, ao Daily Mail. Em contrapartida, o estudo revelou também que 36% da população sente dificuldade para dormir sem um beijo de boa noite na pessoa amada. Setenta por cento dos entrevistados garantiram que dormem melhor depois de dizer “eu te amo”, seja na mesma cama ou separado.(IBahia)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*