Cristiane diz que não atua mais pela seleção: "Decisão mais difícil da vida"

Vice-campeã mundial em 2007, duas vezes medalha de ouro no Pan-Americano, medalha de prata em duas Olimpíadas consecutivas, campeã sul-americana e da Copa América, Cristiane não defenderá mais a seleção feminina de futebol. A decisão da atacante de 32 anos foi anunciada nesta quarta-feira em meio à polêmica troca de comando da equipe - Emily Lima foi desligada, e Vadão entrou em seu lugar. Em uma série de vídeos publicados no seu perfil no Instagram, Cristiane se mostra profundamente chateada com a escolha da CBF de demitir Emily, embora procure deixar claro que não tem nada contra Vadão. - Hoje se encerra meu ciclo na seleção brasileira. Muito triste saber que não vou jogar meu último Pan-Americano, última Copa américa, última Olimpíada, última Copa do Mundo. Era meu sonho, o que sempre quis, o que sempre sonhei em colocar medalha de ouro, levantar troféu de campeã mundial e ajudar a modalidade de alguma maneira. Espero que, com esse vídeo, talvez ajude. Se não pude ajudar tanto em 17 anos como atleta, espero ajudar como ex-atleta - declarou a jogadora, que tem 117 jogos pela seleção. - Não disse nada até porque já tinha minha decisão tomada e formada. Falei com minha família, falei com meus amigos. Escutei vários pedidos para que eu pensasse, inclusive das atletas. Mas não vejo outra alternativa por conta de todos os acontecimentos e por coisas que não tenho mais forças para aguentar. Aguentei por 17 anos, mas não tenho mais - completou ela. (GloboEsporte)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*