Nordeste está entre as regiões que mais criaram microempreendimentos individuais

Nos cinco primeiros meses deste ano, os microempreendimentos individuais (MEIs) foram responsáveis por 79% do total de novos negócios. Foram 753.344 empreendimentos dessa natureza jurídica frente a um total de 955.368 novas empresas. Ambos os números são recordes para o período. As informações são da Serasa Experian. O aumento mostra que os brasileiros estão apostando no empreendedorismo para driblar a falta de vagas no mercado de trabalho, de acordo com a entidade. O Nordeste ficou em terceiro lugar, com participação de 16,9% e 35.298 novas empresas. O Sudeste segue liderando o ranking de nascimento de empresas, com 107.134 novos negócios abertos em maio ou 51,2% do total e a Região Sul ocupou a segunda posição, com 17,4% (36.401 empresas). Das 209.150 novas empresas surgidas em maio, 132.234 era de serviços, o equivalente a 63,2% do total. Em seguida, 59.552 empresas comerciais (28,5% do total) e, no setor industrial, foram abertas 16.846 empresas (8,1% do total) no mês. Nos últimos sete anos houve um crescimento constante na participação das empresas de serviços no total de empresas que nascem no país, passando de 52,5% (maio de 2010) para 63,2% (maio de 2017). Por outro lado, a participação do setor comercial de empresas que surgem no país tem recuado (de 35,6%, em maio de 2010, para 28,5% no mesmo período de 2017). Já a participação das novas empresas industriais se mantém estável.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*