Procurar Notícia

Menstruação precoce pode prejudicar tempo dedicado ao estudo, indica pesquisa

Uma relação entre a primeira menstruação e o tempo dedicado aos estudos foi analisada por pesquisadores do Imperial College de Londres, no Reno Unido. A equipe analisou dados de mais de 180 mil mulheres europeias e detectou que aquelas que têm a menarca cedo demais, em torno dos nove anos, tendem a passar menos tempo estudando. Segundo informações do blog Doutor Jairo, do UOL, os pesquisadores perceberam que se adiassem a menarca em um ano, seria possível garantir, em média, 53 dias a mais de educação na vida das garotas. Para concluir a pesquisa, eles analisaram fatores como status socioeconômico e nível de educação do país em que as participantes viviam. Nas mulheres, a puberdade se caracteriza pelo aparecimento de mamas ou pelos pubianos aos oito anos de idade, o que pode ser causado por histórico de tumores e meningite, exposição precoce a hormônios, obesidade e outros fatores.

"As crianças mais desenvolvidas do que colegas da mesma idade podem ter problemas de ordem psicológica e social, como depressão e discriminação", explicou o médico e professor de pediatria, Luis Eduardo Caliari, da Santa Casa de São Paulo, ao blog. Esse diagnóstico é feito por um conjunto de informações com base no histórico clínico da criança, exame físico e testes complementares, como dosagem hormonal e exames de imagem, raios-X de punho para avaliação da idade óssea e sua comparação com a idade cronológica. De acordo com a publicação, com o tratamento adequado, é possível interferir na alteração e evitar complicações futuras. (BN)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*