Lucro da JBS cai 80% após revelação de Joesley em esquema criminoso na empresa

A JBS teve lucro líquido de R$ 309 milhões no 2º trimestre, o que representa uma queda de 79,8% frente ao mesmo período do ano passado (R$ 1,5 bilhão), informou a companhia. No 1º trimestre, a JBS tinha reportado lucro líquido de R$ 422,3 milhões. Trata-se do primeiro balanço após as delações dos irmãos Joesley e Wesley Batista. O resultado veio, entretanto, sem a revisão de auditores independentes, que aguardam a conclusão dos resultados da apuração de fatos ligados ao acordo de leniência firmado pela sua holding controlada J&F com o Ministério Público Federal. Em comentário no balanço, o presidente Global da JBS, Wesley Batista, avaliou que a companhia teve "um bom desempenho operacional" no 2º trimestre, destacando a melhora e recuperação nas margens em relação ao primeiro trimestre deste ano, "mesmo com um cenário mais desafiador durante o período". Para o executivo, o resultado do trimestre é "uma clara demonstração da qualidade de nossas unidades de negócios ao redor do mundo". Também nesta segunda, a Marfrig divulgou que registrou prejuízo de R$ 157 milhões no 2º trimestre; já a Minerva informou perdas de R$ 55,6 milhões. Na semana passada, a BRF reportou prejuízo de R$ 167,3 milhões no período. Considerando os resultados das 4 companhias do setor de carne com capital aberto, o lucro foi de R$ 70,6 milhões no 2º trimestre, ante ganhos de R$ 1,05 bilhão no 2º trimestre de 2016.

A receita líquida consolidada da JBS totalizou R$ 41,67 bilhões no 2º trimestre, 4,6% inferior ao 2º trimestre de 2016. A companhia justificou a queda à "redução da receita da Seara e da JBS Mercosul em 6,1% e 14,2%, respectivamente, e também da valorização do real no período", que passou de R$ 3,51 no segundo trimestre de 2016 para R$ 3,21 no segundo trimestre deste ano. No segundo trimestre de 2017, cerca de 73% das vendas globais da JBS foram realizadas nos mercados domésticos em que a companhia atua e 27% vieram de exportações, segundo a empresa.
A receita líquida da divisão Seara caiu 6,1%, para R$ 4,32 bilhões. As exportações da unidade caíram 9,3 por cento, refletindo queda de 12,7 por cento nos volumes e valorização do real contra o dólar.

Já a JBS Mercosul, de carne bovina, teve declínio de 14,2% na receita líquida, a R$ 6,19 bilhões, na esteira de menores volumes de vendas no Brasil e no exterior, movimento parcialmente compensado por aumento de preços, destaca a Reuters. Segundo o balanço, a dívida líquida aumentou de R$ 47,8 bilhões no final de março para R$ 50,37 bilhões no final de junho. A alavancagem ficou em 4,16 vezes, ao final de junho, ante o registrado no primeiro trimestre deste ano de 4,23 vezes. A porcentagem da dívida de curto prazo em relação à dívida total ficou em 30% no período, dos quais 72% são linhas lastreadas às exportações das unidades brasileiras.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*