Confiança da construção tem 3ª alta seguida, diz FGV

O índice que mede a confiança da construção subiu 1,5 ponto em agosto, alcançando 76,1 pontos. Após a terceira alta consecutiva, o índice passa a acumular ganho de 4,1 pontos no ano. As informações são da Fundação Getulio Vargas (FGV). A alta, segundo a FGV, foi influenciada pelas expectativas em relação aos meses seguintes: o Índice de Expectativas cresceu 2,3 pontos, atingindo 87,4 pontos. Entre os indicadores que integram o subíndice, merecem destaque o que mensura o otimismo com a situação dos negócios nos seis meses seguintes, que avançou 3 pontos, para 89,8 pontos. O índice da situação atual avançou 0,7 ponto, para 65,1 pontos. A percepção das empresas em relação à situação atual da carteira de contratos, que registrou alta de 0,8 ponto, alcançando 62,7 pontos, foi o subíndice que mais contribuiu para o resultado. Segundo a FGV, esse índice continua avançando muito lentamente e está apenas 1,3 ponto acima do nível de dezembro do ano passado. Pelo segundo mês consecutivo, o nível de utilização da capacidade subiu, ao variar 0,3 ponto percentual, em agosto, alcançando 62,1%. O índice que mede o custo nacional da construção registrou em agosto variação de 0,4%, acima do resultado do mês anterior, de 0,22%. O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços registrou variação de 0,2%. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,03%. O índice referente à mão de obra registrou variação de 0,56%. No mês anterior, a taxa de variação foi de 0,37%. O índice é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. (G1)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*