Celular ao volante responde por 100 mil multas este ano

“Foi de repente. Quando vi já estava sobre o meio fio!”. O desabafo é do aposentado J.C F, 63 anos, que por pouco não engrossaria as estatísticas de acidentes de trânsito em Salvador, quando ao dirigir, resolveu atender a uma chamada do celular e acabou desviando a atenção da direção do veículo e subiu o meio fio da Avenida Suburbana. Sem querer aparecer, mas convicto de que o acidente lhe serviu como lição, J.C.F diz que agora coloca o celular no modo silencioso para não cair na tentação de atender a uma chamada e muito menos responder ao WhatsApp. “Foi tudo uma fração de segundo. Só o tempo de olhar o aparelho que estava no banco do carona. De repente senti uma batida e o carro já estava sobre o passeio”, diz. “Quem me ligar e perceber que não estou atendendo vai entender que estou dirigindo”, diz. Somente de janeiro a maio deste ano, a Transalvador já notificou 279.763 motoristas por cometerem infrações no trânsito. Destas, 92 mil (33%) foram flagradas com motoristas dirigindo e falando ao mesmo tempo no celular. A infração é considerada de natureza média e equivale a quatro pontos na Carteira de Habilitação e o pagamento da multa de R$ 130.16. Por ser de valor pequeno, o percentual de reincidência é alto.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*