SAÚDE: PERGUNTAS E RESPOSTAS

Tenho muita dor de cabeça e tontura. Será que minha pressão aumentou? 
A hipertensão arterial, na maior parte da população, apresenta-se sem sintomas. No entanto, dor de cabeça atribuída à elevação da pressão arterial é queixa frequente que motiva atendimento médico e pode não estar relacionada à hipertensão arterial. Outras causas comuns com tensão emocional, doenças da coluna cervical e contraturas musculares podem estar envolvidas. Por outro lado, dor de cabeça e tontura descrita como sensação de desequilíbrio, oscilação, insegurança, distúrbio visual e outro sintoma neurológico associam-se à importante elevação da pressão arterial, podendo caracterizar emergência hipertensiva. Em pacientes sabidamente hipertensos os sintomas “dor de cabeça e tontura” devem ser valorizados, principalmente quando associados a outras queixas, como palpitações, sudorese e palidez, que sugerem uma causa secundária de hipertensão arterial (feocromocitoma) ou coexistência de outras doenças, como o hipertireoidismo. 


Para o correto diagnóstico de hipertensão arterial em paciente com sintomas de dor de cabeça e tontura é necessário que a aferição da pressão arterial satisfaça os requerimentos padronizados pela Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial, tais como equipamento adequado e calibrado, manguito de tamanho apropriado para a circunferência do braço do paciente, esvaziar a bexiga, evitar ingestão de bebidas contendo cafeína, inalação da fumaça do tabaco e exercício extenuante 1 hora antes da aferição. A aferição da pressão arterial deverá ser efetuada após cinco minutos de repouso, sempre com o paciente em posição sentada, deitada e/ou em pé. Quando sentado, o paciente deverá estar em ambiente calmo, com as pernas descruzadas, os pés firmemente apoiados no chão, sem balançar e com as costas apoiadas de forma confortável, e o ponto médio da porção superior do braço na altura do coração. A mensuração deverá ser realizada por duas vezes consecutivas ou mais, sempre com intervalo de dois minutos entre as aferições. Prof. Dr. Juan Carlos Yugar ToledoAmbulatório de Hipertensão Resistente Docente Orientador de Pós-Graduação – Famerp

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*