Contar calorias dos alimentos pode ser inútil na dieta, diz estudo

Se você quer perder peso e vive contabilizando cada uma das calorias que ingere, repense. Isso porque, segundo especialistas, grande parte dos dados nutricionais nos rótulos se baseia na ciência do século 19. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail. Além disso, a forma como a comida é preparada – além do metabolismo individual de cada um – podem acarretar uma enorme diferença na quantidade de calorias que realmente foi ingerida. Um estudo mostrou que uma porção de amêndoas cruas, por exemplo, pode ter menos calorias do que as indicadas no rótulo; em contrapartida, a ingestão de alimentos processados e cereais açucarados pode ultrapassar o número de calorias estampada nas informações nutricionais. Os pesquisadores observaram que ratos que foram alimentados com batata doce crua perderam mais do que 4 gramas, enquanto que os que receberam a mesma quantidade do alimento cozido acabaram engordando. Outro problema é que mesmo quando o alimento é cozido da mesma forma, cada sistema digestivo processa de uma maneira, graças ao tipo e à abundância de bactéria no intestino. Os obesos têm um excesso de certos tipos de bactérias do intestino, tornando-os mais eficientes na absorção de calorias.

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*