Com meta de beneficiar 12 mil escolas, MEC lança Programa Nordeste Conectado

O Ministério da Educação (MEC) lançou, nesta sexta-feira (30), em Recife, o Programa Nordeste Conectado. A medida tem como proposta interligar, em alta velocidade, instituições federais de educação e pesquisa à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), nas capitais e no interior do Nordeste. O programa pretende ainda conectar instituições de educação superior e estadual de pesquisa. De acordo com os números do MEC, a ação deve atingir 12,6 mil escolas públicas e beneficiar uma população de mais de 16,3 milhões de pessoas, em mais de 70 cidades distribuídas pelos nove estados da região. A primeira fase do projeto tem previsão de início em dezembro deste ano, e conta com o investimento de R$ 25 milhões. Nesta etapa, a promessa é de um aumento da capacidade do backbone (rede de alto desempenho) da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) para 100 Gbps, beneficiando 23 campi de institutos e universidades federais no interior, com velocidade a partir de 1 Gbps, atingindo 59% do público-alvo do programa. Quando estiver em andamento, no ano de 2018, a previsão é que a RNP venha a gerar uma economia anual de R$ 3,7 milhões no atendimento a essas instituições, no custeio de conexões com velocidades limitadas (de até 100 Mbps) e conexões por satélite no interior (de até 10 Mbps).

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*