Cinco homens são presos após assaltar pessoas que participavam de velório em Camaçari

Cinco homens foram presos na manhã desta quinta-feira (6), suspeitos de fazer parte de uma quadrilha responsável por assaltar e agredir pessoas que participavam de um velório na tarde de ontem (5), no bairro de Burisatuba, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. Gerson dos Santos Simões Filho, 19 anos, Willian Rafael Ferreira de Lima, 20, Tiago Gonçalves de Jesus, 19, Nataniel Nascimento Ferreira, 21, Luis Henrique Santos Novaes, 24, e Rafael da Silva, 26, foram presos no mesmo bairro por policiais do 12º Batalhão da Polícia Militar (Camaçari), dentro de uma casa na Gleba H. Segundo a polícia, eles fazem parte de uma facção que atua na cidade. O grupo interrompeu um velório, agredindo as pessoas com tapas e chutes, e roubaram seus pertences. Nesta quinta, ao perceber que a polícia estava a caminho, o grupo ainda tentou fugir, mas a equipe do 12º BPM conseguiu prender todos os integrantes da quadrilha. Com eles, a polícia afirmou ter apreendido uma pistola calibre 380, um revólver calibre 357, dois revólveres calibre 38, oito munições de calibre 38, dois coletes balísticos, 18 munições de calibre 380, duas balaclavas, 98 trouxas de maconha prensada, 49 pinos com cocaína, 63 pedrinhas de crack, duas balanças de precisão, quatro relógios, seis aparelhos celulares, 3,5 kg de maconha prensada, embalagens para acondicionar drogas, além de uma caderneta de anotações do tráfico. "Mais uma vez, a Polícia Militar agiu de forma rápida e eficiente, conseguindo prender todos os responsáveis por cometerem esse crime inusitado e que ultrapassa todos os limites de falta de respeito ao próximo”, declarou o delegado adjunto da 18ª Delegacia (Camaçari), Leandro Acácio da Cruz de Jesus. Após o flagrante, o grupo foi encaminhado à unidade. Pelo menos um deles já tinha mandado de prisão temporária solicitada pela 4ª Delegacia (Camaçari). (Correio)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*