Cargas recuperadas no 1º semestre somam quase 4 milhões de reais

A Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias, (Decarga), fechou o balanço de cargas recuperadas durante o primeiro semestre deste ano, com um aumento de recuperações, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2017, foram 50 cargas roubadas, sendo 18 recuperadas, com o valor de R$ 3.818.122,44. Já em 2016, foram 48 cargas foram roubadas, 10 recuperadas, com o valor de R$ 1.361.440,43. De acordo com o delegado Matheus Souza, titular da especializada, existe a satisfação com o empenho dos policiais, mas não com os números alcançados, apesar de estarem melhores que os do ano passado. “Gostaríamos de ter chegado a pelo menos 80% de cargas recuperadas, nós ainda estamos longe do ideal, mas vamos continuar nos empenhando cada vez mais”, destacou. Entre os motivos para não alcançar os números desejados, o delegado destaca o contingente de policiais e o tempo. “Quando falamos em trabalho da Decarga, temos que ser transparentes com a população. A questão do contingente é importante, mas o trabalho da Decarga de recuperação e investigação requer tempo. Às vezes esse tempo não coincide com a distribuição da carga, se for de fácil consumo e rápida distribuição. Eu não vou dizer que não poderíamos ter números melhores. Poderíamos sim, se tivéssemos mais policias e mais condições de atuar no território estadual”, avaliou. Apesar das dificuldades, o delegado Matheus Souza destacou que a polícia está fazendo um bom trabalho, atuando onde os crimes ocorrem, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Rodoviária Estadual.

“Estamos tentado fazer um trabalho satisfatório, contando com esses apoios, que também tem feito um grande trabalho de apreensão e prisão. Só temos que agradecer o empenho dos policiais. Para o segundo semestre estamos planejando os trabalhos locais, onde tem maior incidência de roubo, com operações. Vamos contar com o apoio de delegacias de área e vamos tentar reduzir o volume de roubos”, destacou.

Redução das fiscalizações da PRF: Sobre a redução das fiscalizações nas rodovias federais, anunciada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), o delegado Matheus Souza disse que é preocupante. “Quem faz o controle ostensivo nas rodovias são policiais rodoviários. É preocupante, pois os bandidos têm o conhecimento e sabem que a fiscalização vai estar diminuída e podem aproveitar para agir. Isso vai aumentar as estatísticas de crime”, afirmou.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*