Candidato internado após ser baleado em campanha é eleito prefeito no interior de MG

Internado após levar três tiros na sexta-feira (30), o candidato Renato Soares de Freitas (PSD), o Renatinho, foi eleito neste domingo (2) prefeito de Campo Florido (MG), cidade a cerca de 500 km de Belo Horizonte. O município é um dos 7 que tiveram eleições suplementares no fim de semana. "Ele está aqui do meu lado. O estado de saúde dele é bom, graças a Deus. Está em recuperação. Os tiros não atingiram nenhum órgão vital ", disse o irmão de Renatinho, Guilherme de Freitas, ao G1. "A notícia [da vitória] é muito boa. Ele está muito feliz. Não esperava vencer por essa diferença de votos." Segundo a PM, Renatinho fazia uma visita à visita na Rua dos Inconfidentes, no Bairro Vila Junqueira, quando um homem se aproximou, disparou contra o candidato e fugiu. A polícia suspeita que o caso tenha relação com a disputa eleitoral. "De início, a linha de investigação é que o crime ocorreu em decorrência das eleições", disse o delegado-chefe do 5º Departamento de Polícia Civil, Heli Andrade, logo após a ocorrência. Renatinho foi socorrido para um posto de saúde e, depois, foi levado para o Hospital São Domingos, em Uberaba (MG). Um dos tiros atingiu o pescoço, o segundo o braço esquerdo e o terceiro, o ombro direito, de raspão. "A recuperação é muito boa. A gente acredita que até quarta-feira (5) ele está em casa", diz o irmão. O prefeito eleito teve 2.671 votos, ou 56,39% dos válidos. A segunda colocada, Vanessa Melo (PSDB), teve 1.937 (40,89%) votos. As novas eleições ocorreram pois o candidato a prefeito mais votado em 2016, Ronaldo Castro Bernardes teve o registro indeferido pelo TSE por ter tido contas públicas rejeitadas. Campo Florido teve de passar por eleições suplementares pois candidato a prefeito mais votado em 2016, Ronaldo Castro Bernardes, teve o registro indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) após ter as contas públicas rejeitadas.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*