O tabagismo contribui para aumento da pressão?

Nos últimos anos, o reconhecimento dos chamados fatores de risco cardiovascular, tais como tabagismo, hipertensão arterial, dislipidemia (aumento do colesterol), diabetes, obesidade e sedentarismo, tem auxiliado na prevenção, diagnóstico precoce e tratamento das doenças cardiovasculares. Particularmente, a relação entre tabagismo e aumento da mortalidade por doenças cardiovasculares, tais como infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (derrame) e aneurisma de aorta abdominal, é conhecida há bastante tempo. Sabe-se ainda que o risco para doença cardiovascular entre fumantes se relaciona com o número de cigarros consumidos por dia e a idade de início do hábito de fumar, sendo maior quanto mais precocemente o hábito começa. Essa relação parece ser maior em mulheres que fumam mais de 15 cigarros por dia do que em homens. 
Em estudos que correlacionam tabagismo à hipertensão arterial, os resultados demonstram que os valores de pressão sistólica (máxima) em fumantes são significativamente maiores que em hipertensos não fumantes, principalmente no período matutino, revelando assim o importante efeito hipertensivo do tabagismo. A nicotina absorvida durante a inalação da fumaça do cigarro é o principal elemento envolvido no aumento da pressão arterial, por ser extremamente prejudicial ao sistema cardiovascular, pois estimula a liberação de adrenalina e noradrenalina, substâncias que provocam o aumento da frequência de batimentos cardíacos e da pressão sanguínea, aumentando também a necessidade de oxigênio e dificultando a passagem do sangue.

Podemos afirmar categoricamente que tabagismo aumenta a pressão arterial; portanto, os hipertensos que fumam devem ser exaustivamente estimulados a abandonar esse hábito. O departamento de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia preconiza entre as medidas não medicamentosas do tratamento anti-hipertensivo a cessação do hábito de fumar como alvo incontestável a ser alcançado.
Fonte: Juan Carlos Yugar Toledo - Cardiologista CRM – SP 40354 - Clínica de Hipertensão Arterial – Ambulatório de Hipertensão Resistente / Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto/SP (Famerp)

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*