O que é a Síndrome do Pânico?

Atualmente se trata de algo totalmente comum ouvir as pessoas falando por ai que sofrem com a síndrome do pânico, o que assusta muito os profissionais da área já que até alguns anos atrás a doença era totalmente irreconhecível para algumas pessoas. A síndrome do pânico em todos os casos aparece como sensação de pânico repentina, aquele terrível medo pela morte, perca de sentido, medo de dormir sozinha, enfim tudo isso faz parte e ataque sem dó nem piedade. Quando a pessoa sofre com a síndrome do pânico o estresse é o único sintoma que começa a predominar em todos os diagnósticos médicos e também psiquiátricos.

Não se pode mais haver duvidas de que a modernidade trouxe para o mundo muitos benefícios, mas isso também trouxe as exigências, correrias e necessidades do dia-a-dia para que tudo saia perfeitamente bem. 
A síndrome do pânico não acomete somente pessoas mais velhas e que já estão cansadas de trabalhar, mas também pega de surpresa aqueles garotos (as) que estão cursando faculdades, estudando, etc. 
A pressão no trabalho, na escola, em casa e em vários outros lugares para que tudo saia de maneira correta, é muito mais muito prejudicial. Um dos principais fatores da síndrome do pânico é que a pessoa começa a ter medo de ter medo de sair de casa. 
O que agrava e muito o quadro da doença, já que o sedentarismo e a falta de comunicação não são fatores muito agradáveis. Neste momento é que a família e os amigos devem sem duvida nenhum intervir, pois estas pessoas precisam de acompanhamento e companheirismo.

Sintomas da síndrome do pânico:
- Falta de ar.
- Fraqueza nas penas e no corpo todo.
- Medo de morrer.
- Sensação de desmaio.
- Sensação de algo de muito ruim irá acontecer.
- Medo de sair de casa.
- Medo de ficar sozinha em casa.

A síndrome do pânico somente pode ser tratada com calmantes, mas com prescrições médicas. Esta é uma doença que infelizmente se torna crônica e o paciente é obrigado a conviver com ela pelo resto de sua vida.

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*