Número de veículos roubados aumenta às vésperas do São João

Há três meses, o desemprego bateu à porta de Jackson Conceição Santos, 25 anos - foi quando ele decidiu fazer bicos como mototaxista. O que Jackson são esperava era ter a moto e novo equipamento de trabalho roubada - e em tão pouco tempo. Ontem de manhã, ele foi à Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV) para registrar o roubo da moto. Jackson foi uma das 31 vítimas de furtos e roubos de veículos em Salvador e em três cidades Região Metropolitana somente no dia 21, véspera do início do feriadão de São João. Na capital, foram 28 ocorrências. O assalto que acabou levando Jackson até a DRFRV aconteceu anteontem, quando ele levava uma passageira até o final de linha do bairro de São Caetano. A mulher era, na verdade, a isca de uma cilada. “Um deles puxou a máquina (arma) e mandou eu descer”, contou ele, que foi surpreendido por dois homens quando chegou ao destino combinado. O administrador Pedro Sampaio, 36, também foi vítima e teve o carro, um New Fiesta, roubado na Paralela. Ele havia parado para deixar um amigo. “Assim que ele saiu, entrou um cara, que aproveitou que a porta ainda estava aberta, sentou no carona e colocou a arma na minha barriga”, lembrou. 

Pré-São João: O número de roubos e furtos de anteontem é mais de 50% maior do que a média diária de 2017 entre janeiro e abril. De acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA), nos quatro primeiros meses deste ano aconteceram 2.409 roubos e furtos de veículos em Salvador e RMS, o que dá uma média de 20 por dia. Segundo o major André Borges, comandante da operação Apolo da Polícia Militar da Bahia, o número de roubos de veículos tende a aumentar na véspera de feriados prolongados. A média seria de 20 a 22 por dia e a proximidade do São João explicaria esse aumento. “Em todos os períodos que antecedem qualquer fim de semana prolongado ou festivo, há uma tendência no aumento de roubos. As pessoas migram da capital para o interior, então a cidade fica vazia. Então não vai ter a oportunidade de o delinquente agir”, explicou.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*