Justiça condena Anitta a pagar mais de R$ 1,2 milhão a ex-empresária

A juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro, da 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, determinou que a cantora Anitta deposite R$ 1.282.747,61 em conta judicial como garantia da ação de cobrança movida por sua ex-empresária Kamilla Fialho, da K2L Empreendimentos Artísticos. A quantia ficará acautelada nos autos até que sejam julgados conjuntamente os processos envolvendo as duas partes, que brigam na Justiça desde 2014, quando a artista decidiu deixar a antiga agente. Laudo da perícia judicial apurou que o valor da multa contratual a ser recebida pela K2L é de R$ 9.646.222,07. Em julho de 2015, a cantora fez um depósito judicial de R$ 3 milhões, que atualizado chega hoje a R$ 4.222.249,81. Por sua vez, na ação de prestação de contas que ajuizou contra a empresa, Anitta acusa a ex-empresária de desviar R$ 2.479.301,00, fato que ainda não foi provado. O valor atualizado estaria em R$ 4.146.224,65. Assim, segundo a nova decisão judicial, os R$ 1.282.747,61 a serem depositados pela cantora correspondem à diferença entre o valor da multa contratual (R$ 9.646.222,07) e o que Anitta diz ser seu crédito, menos o valor do depósito que a artista já fez. (Extra)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*