Coelba amplia prazo para que provedores de internet para regularizar cabeamento

A Coelba resolveu ampliar para 90 dias o prazo para que os provedores de internet se adaptem aos critérios de cabeamento nos postes de Salvador, compartilhados com as prestadoras de serviço. A decisão foi tomada após reunião realizada nesta segunda-feira (12) entre a empresa, representantes do sindicato e associações de provedores de internet, com a presença de um representante da Agência Nacional de Telecomunicações. Considerado curto, o prazo anterior, de 30 dias, criou um imbróglio entre a concessionária e as empresas, que ameaçaram deixar os baianos sem acesso à rede por 24 horas (veja aqui). Em nota, a Coelba afirmou também que, ao contrário do que disse o Sindicato das Empresas de Internet do Estado da Bahia (Seinesba), não está havendo corte de cabos das provedoras na capital baiana. “O trabalho de reordenamento das fiações nos postes da distribuidora foi iniciado no final de 2015 e consiste na identificação, retirada de cabos inativos e equipamentos instalados à revelia, coordenação e monitoramento das ações de regularização do cabeamento das telecomunicações e de organização das situações como emaranhados de fios, exposição de riscos de acidentes e poluição visual na cidade”, diz a empresa.Ainda segundo a Coelba, o objetivo da medida é ordenar as instalações de telecomunicações nos postes da rede elétrica e promover a segurança da população e dos profissionais de todas as empresas que acessam os equipamentos. “Fiações irregulares e desordenadas estão mais sujeitas a risco de queda, de se entrelaçar em veículos altos, por causa, muitas vezes, da altura inadequada e de inclinação do poste por excesso de peso”, completa a empresa. A Coelba também informou que não há novas regras em vigor e que coloca em prática apenas determinações existentes desde 2014.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*