Dieta pobre em proteína pode levar à perda de massa corporal


As pessoas que consomem calorias em excesso, em uma dieta pobre em proteínas, ganham menos peso, mas pagam um preço por isso: a perda de massa magra corporal. Em um experimento controlado, publicado na revista "The Journal of the American Medical Association", os pesquisadores internaram 25 voluntários e os submeteram a uma dieta de estabilização de peso durante duas a três semanas. Em seguida, eles foram aleatoriamente designados para seguir dietas compostas de 5%, 15% ou 25% de proteína, por dois meses, com uma quantidade de calorias 40% maior que a contida na dieta de estabilização de peso. Como era de se esperar, todos eles ganharam peso. Os voluntários submetidos às dietas rica em proteínas e normal engordaram em média 6,12 kg e os voluntários do grupo submetido à dieta pobre em proteínas ganharam aproximadamente 3,17 kg.

Todos ganharam aproximadamente 3,4 kg de massa adiposa. Contudo, os resultados relacionados à massa magra foram diferentes. O grupo que realizou a dieta com quantidade moderada de proteínas ganhou 2,85 kg de massa magra e o grupo que recebeu a dieta rica em proteínas ganhou 3,17 kg. Por outro lado, as pessoas submetidas à dieta pobre em proteína perderam 680 gramas de massa magra. "Quando submetido a uma dieta pobre em proteína, o corpo necessita obtê-la em algum lugar e a retira da massa magra", afirmou o médico George A. Bray, principal autor do estudo e professor de medicina da Universidade do Estado da Louisiana. "Você está perdendo massa magra e não há nada que recomende isso", alertou. (Equilíbrio e Saúde)

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*